Pular para o conteúdo

Renato Russo nasceu no Rio de Janeiro em 1960 e morou lá por 6 anos. Em 1967 mudou-se com seus pais para Nova York, pois seu pai trabalhava no Banco do Brasil e foi transferido para a sede norte americana. Dois anos depois, a família voltou ao Brasil.

Aos quinze anos de idade, Renato Russo foi diagnosticado com epifisiólise, uma doença óssea, e teve que inserir três pinos de platina na bacia. A recuperação não foi fácil e ele ficou seis meses na cama quase sem movimentos permanecendo cerca de um ano e meio em melhora.

Depois que se curou da doença, Renato passou no vestibular de Jornalismo em Brasília e lá se formou.

Carreira

Renato conheceu Fê Lemos em uma festa em Brasília, conforme foram conversando, viram que tinham muito em comum, o gosto pelo punk rock americano e inglês, por exemplo. Ficaram amigos e um tempo depois formaram uma banda com André Pretorius, assim nascia a “Aborto Elétrico”.

André se ausentou da banda algumas vezes por conta de serviços militares e compromissos no país de origem (África do Sul) até que foi substituído por Ico Ouro-Preto. A partir daí, a banda começou a deslanchar e fazer shows mais profissionais, porém, quando estavam ganhando fama, Renato e Fê brigaram e a Aborto Elétrico se separou.

Renato continuou sua carreira como “O Trovador Solitário” o qual cantava e tocava sozinho, mas depois formou uma outra banda com Marcelo Bonfá, Dado Villa Lobos e Renato Rocha, a Legião Urbana.

Com a banda, Renato Russo atingiu o auge de sua carreira como músico e conquistando vários fãs durante sua trajetória.

Morte

Na madrugada do dia 11 de outubro de 1996, Renato Russo faleceu por complicações recorrentes de AIDS. O corpo foi cremado no Cemitério São Francisco Xavier, e suas cinzas jogadas no sítio Burle Marx, no Rio de Janeiro.